quarta-feira, 31 de agosto de 2011


'São tão estranhas as palavras
E a relação
Que com elas tenho
A palavra silêncio
por exemplo
Só a digo para mim mesmo
em pensamento
Quanto á palavra grito
simplesmente
evito dizê-la
por educação
Já a palavra amor
Só quando te beijo meu amor,
faz todo sentido.' 
 


'O amor fugiu de casa. Trancou a porta, levou a chave, pulou o portão. O amor subiu o morro, andou de bonde, pegou trem e outros atalhos. O amor se mudou a quilômetros e quilômetros de mim. O amor botou fogo no meu álbum de fotografias, agradecida, sorri de volta, porque era o único jeito de seguir inteira, sem passado me acorrentando. O amor bebeu remédio, tomou pílulas da paciência, muitas pra dormir. O amor gastou horas no cinema, em parques de diversões, discotecas e campos de futebol. O amor gastou o único dinheiro que tinha em restaurantes caros, vinhos franceses, festas de luxo. O amor, de uma hora pra outra, resolveu sumir do mapa, sem deixar conta nem endereço. Levou as malas, os cartões de crédito, certidão de idade, o livro do Senhor Stendhal.
Mas quando o Seu Chico fala, é pra se gravar na memória com giz colorido "O amor não tem pressa. Ele pode esperar em silêncio. Num fundo de armário. Na posta-restante. Milênios, milênios. No ar ..." Dei pra esperar,
porque nada, nada é pra já ...Dia desses, o amor volta mansinho.
O amor vai lamber os meus pés, pedir casa e comida, dizer que sente frio.
Eu como sempre, prepararei o jantar, farei bombocados, café quentinho. Tirarei seus sapatos, farei compressas de água quente, darei banho e o colocarei pra dormir. Antes de fechar os olhos, o amor se atrapalhará todo no EU TE AMO.
Mas eu o acreditarei mesmo assim. Porque amor não escarnece e nem zomba da gente. Amor também não morre. Só reaparece depois da chuva, pra assustar a gente num pulo e voltar assim, mais vivo que o sol, mais florido que nunca, com cachos e mais cachos de ternura.
'Olha, eu acho mesmo é que falta coragem. E tempo. Tempo de olhar em volta e coragem de bater de frente. Quando foi a última vez que você tomou banho de chuva sem se preocupar com o celular no bolso, os cartões do banco, a chapinha, o sapato que não pode molhar? As pessoas têm que se permitir. Aprender o atraso, o olhar em volta. Mudar o caminho de todos os dias e se perder no seu próprio bairro. É o que tenho feito, me perder. E devo dizer que estou muito feliz por não encontrar o caminho de volta.'


Ps.: Tenho me sentido tão bem esses últimos meses, acho que foi essa tal de coragem, achei ela em algum lugar e hoje ela faz parte dos meus dias. Menos lamentações, menos tristezas, menos questionamentos... O bom mesmo é viver, viver e acreditar que o nosso destino somos nós mesmos que escolhemos!
"Mas tudo está bem agora, eu digo: agora.
Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz.
Descobri tantas coisas. Tantas, tantas.
Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor.
Que viver um amor.
Tantos amigos. Tantos lugares.

Tantas frases e livros e sentidos.
Tantas pessoas novas. Indo. Vindo.
Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele.

Olhe o mundo!
É tão pequeno diante de tudo o que sinto.

Sofrer dói. Dói e não é pouco.
Mas faz um bem danado depois que passa.
Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca.
Mas agora, com sua licença.
Não dá mais para ocupar o mesmo espaço.
Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama!"
"Que a cada manhã, ao acordar, eu desperte um pouco mais para o que verdadeiramente me interessa." 

É Mágoa...

'É mágoa, já vou dizendo de antemão
Se eu encontrar com você, tô com três pedras na mão

Eu só queria distância da nossa distância, saí por aí procurando uma contramão
Acabei chegando na sua rua, na dúvida qual era a sua janela
Lembrei que era pra cada um ficar na sua, mas é que até a minha solidão tava na dela
Atirei uma pedra na sua janela e logo correndo me arrependi
Foi o medo de te acertar, mas era pra te acertar

E disso eu quase me esqueci
Atirei outra pedra na sua janela, uma que não fez o menor ruído
Não quebrou, não rachou, não deu em nada
E eu pensei: talvez você tenha me esquecido

Eu só não consegui foi te acertar o coração
Porque eu já era o alvo de tanto que eu tinha sofrido
Aí nem precisava mais de pedra, minha raiva quase transpassa
A espessura do seu vidro
É mágoa, o que eu choro é água com sal
Se der um vento é maremoto, se eu for embora não sou mais eu

Água de torneira não volta e eu vou embora
Adeus'


- Ana Carolina -


terça-feira, 30 de agosto de 2011

'Me ganhou, vai ter que me levar!'


- Ana Carolina-
"...A ciência confirma os fatos
Que o coração descobriu
Nos seus braços

Sempre me esqueço
De tempo, espaço e no fim...
Tudo é relativo
Quando te fazer feliz
Me faz feliz
Se a história for
Sempre assim
Melhor prá mim.."

- Leoni -
'...Se existe outra dimensão
Em que você não é você
Quem é que sabe a direção

Pra encontrar quem não se vê?
Se o tempo sempre tem razão
E tudo sempre vai mudar
Pra que manter os pés no chão
Se todo mundo quer voar?
'



- Marjorie Estiano -
'Pra você guardei o amor que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar sentir sem conseguir provar
Sem entregar e repartir

Pra você guardei o amor que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar, vem esquentar e permitir

Quem acolher o que ele tem e traz, quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio exibe em cada olhar

Guardei sem ter porque, nem por razão ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer pra ter um jeito meu de me mostrar

Achei, vendo em você e explicação nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder, no fogo o gelo vai queimar.'


"Estranho mas já me sinto como um velho amigo seu
Seu all star azul combina com o meu preto de cano alto
Se o homem já pisou na lua,
como eu ainda não tenho seu endereço?
O tom que eu canto as minhas músicas para a tua voz parece exato..."

- Só sei que nós nos amamos muito...
- Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
- Não, eu falei no passado!

- Curioso né? É a mesma conjugação.
- Que língua doida! Quer dizer que NÓS estamos condenados a amar para sempre?

- E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações...
- Pensar assim me assusta.

- Por que? Você acha isso ruim?
- É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais...

- Você usou o verbo 'doer' ou 'doar'?
- [Pausa] Pois é, também dá no mesmo...

Perfeita..ou não?!

'Dispenso uma vida rotulada,humores instáveis,amor de hora marcada. Nego reviver o passado e ter maturidade quando quero colo. Discordo viver sobre desculpas e amordaçar minha tolerância. Não esfolo meu valor com o descaso. Não podo minhas asas. Não oscilo de opinião. Adorno meus medos, dores são segredos; prefiro expor o que tenho de bom. Não sou de faces, mas tenho fases. Não invento personalidade, nem crio situações. Que me achem fria; que me julguem estranha. Que se afastem os que  confundirem autenticidade com estupidez. Sou o que quebra e não cola; o que brota mas também desfolha. A intensidade de uma ocasião. Perfeita,ou não...'


'E se algo entre nós se perder,
vou ser gravura do amor em você.'
“- Garçon, uma dose de amnésia e duas de
desapego por favor.
- Vai uma de amor também?
- Não, não. Deixa pra outro dia...”
"Meu Deus, me dá cinco anos,
me dá a mão, me cura de ser grande."




'Quem nunca saiu com o cara errado
que atire a primeira pedra!
Mas atire nele, por favor.'


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Sozinho meu pensamento focaliza alguém. Deixo-o livre.
E de repente meu coração aperta.
Mas não estou triste, pelo contrario
até deixo escapar um sorriso.
Comer não me parece tão importante agora.
Sinto-me alimentando por outra coisa.
Acordo sempre com o mesmo pensamento
e os mesmos me impulsionam a ter um grande dia.
Quando eu te vejo sinto coisas estranhas mas boas.
Quando eu falo com você minha cabeça pensa direito
mas as minhas palavras saem embaralhadas.

Por que as minhas mãos estão suando?

Sozinho(a) meu pensamento focaliza alguém.
É, estou amando.

'Mas como entender que os dois
Por serem feijão e arroz
Se encontram só de passagem.'


Ps.: Que pena foi só de passagem! Mas, sim, uma linda história.



'Quem foi que disse que é impossivel ser feliz sozinho,
vivo tranquilo, a liberdade é que me faz carinho...'
- Marisa Monte -

sexta-feira, 26 de agosto de 2011


'Lembra quando eu ia no jardim despetalando uma rosa 
pra saber se você gostava de mim
Bem me quer
E mal me quer
O mundo dá muitas voltas
Você ja não me quer
Bem me quer
E mal me quer
O mundo dá muitas voltas
Hoje eu sou uma mulher!'

- Mastruz com Leite -

quinta-feira, 25 de agosto de 2011



'...At night when the stars light up my room
I sit by myself
Talking to the Moon
Try to get to you

In hopes you're on the other side
Talking to me too
Or am I a fool who sits alone
Talking to the moon?'


(Bruno Mars - Talking To The Moon)

'E pela minha lei a gente era obrigado a ser feliz...'
Vontade de me apaixonar, de ser vencida por um olhar,
de ser roubada por uma mão que me pega na cintura,
de ver alguém me descobrindo com ar de surpresa,
de perder o raciocínio para o pensamento em alguém,
de não enxergar distância entre os dois lados da cidade,
de me arrumar por algum motivo a mais que o trabalho,
de ter disposição para encontrar músicas novas,
de ler uma poesia e saber que seria possível vivê-la,
de encontrar alguma graça em passar pelo domingo,
vontade de ser encontrada em uma multidão de vazios,
vontade de que fosse agora e para sempre.

Preciso te achar desesperadamente
e é tão pouco e quase próximo...
o que nos separa são os encontros.






'O apego não quer ir embora. Diaxo, ele tem que querer!'

- Maria Gadú -

Lis - A Flor mais linda!


'Ela é tudo que faz bem ao meu coração...'

- Roupa Nova - 

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

'São saudades de um mundo contente feito céu estrelado. Feito flor abraçada por borboleta. Feito café da tarde com bolinho de chuva. Onde a gente se sente tranquilo como se descansasse num cafuné. Onde, em vez de nos orgulharmos por carregar tanto peso, a gente se orgulha por ser capaz de viver com mais leveza.'

- Uma saudade imensa de quando viver era bem mais simples, quando o nosso maior compromisso era esparar o sol se pôr para então a brincadeira terminar. Assim, chegava a hora do banho e junto a expectativa de um novo dia.

(Rick, Muri, Kika, Geu, Ci, Lan, Tati, Rodrigo, Bimbo, Juca, Kari, Lena - A Turma do Bairro ;D)

24 de Agosto: Dia da Infância




"Ser criança é acreditar que tudo é possível.
É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco
É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos
Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles.
É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar.
Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.
Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser."

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Ps.: I love You

"Última carta:

Querida Holly, Eu não tenho muito tempo, não digo literalmente é que você foi comprar sorvete e vai voltar logo! Mas tenho a impressão de que é a última carta porque só resta uma coisa pra dizer, não é para se lembrar sempre de mim ou comprar um abajur, você pode se cuidar sem a minha ajuda, é para dizer como você mexeu comigo, como você me ajudou me amando, você fez de mim um homen, Holly, e por isso eu sou eternamente grato, literalmente. Se pode me prometer alguma coisa, prometa que sempre que se sentir triste ou insegura ou perder completamente a fé vai tentar olhar para si mesma com meus olhos. Obrigado pela honra de ter você como esposa, eu não tenho o que lamentar, tive muita sorte. Você foi a minha vida Holly, mas eu sou apenas um capítulo da sua, haverá mais eu prometo portanto aqui vai o meu grande conselho: não tenha medo de se apaixonar de novo, fique atenta àquele sinal de que não haverá mais nada igual.
P.S. Eu sempre vou te amar."


Do Filme Lisbela e o Prisioneiro



 " - Dizem que para cada mulher que odeia um homem é um ano a menos que ele vive! 
    
- Pois então você está já é se acabando" 


Obs.: Amo esse filme...e essa é uma das partes que mais me marcou!

Vai passar...




'Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está ai, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada "impulso vital". Pois esse impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te supreenderás pensando algo como "estou contente outra vez". Ou simplesmente "continuo", porque já não temos mais idade para, dramaticamente, usarmos palavras grandiloqüentes como "sempre" ou "nunca". Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida, das pessoas e das coisas. Já não tentamos o suicidio nem cometemos gestos tresloucados. Alguns, sim - nós, não. Contidamente, continuamos. E substituimos expressões fatais como "não resistirei" por outras mais mansas, como "sei que vai passar". Esse o nosso jeito de continuar, o mais eficiente e também o mais cômodo, porque não implica em decisões, apenas em paciência...'



- Sempre passa amigo, um dia passa!
'...Qualquer maneira de amor vale amar 
Qualquer maneira de amor vale a pena 
Qualquer maneira de amor valerá.'

- Milton Nascimento -

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

'...Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer
Se amanhã não for nada disso
Caberá só a mim esquecer

O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber...'


- Lulu Santos -
 
 
 
'Não é preciso agendar, entrar em fila, contar com a sorte, acordar cedo para pegar senha: a possibilidade de recomeço está disponível o tempo todo, na maior parte dos casos. Não tem mistério, ela vem embrulhada com o papel bonito de cada instante novo, essa página em branco que olha pra gente sem ter a mínima ideia do que escolheremos escrever nas suas linhas.
O que é preciso mesmo é coragem para abrir o presente.'
'Me fiz em mil pedaços pra você juntar
E queria sempre achar explicação pra o que eu sentia
Como um anjo caído fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira

Mas, não sou mais tão criança
A ponto de saber tudo'

'Sou perfeita porque; Igualzinha a você; Eu não presto.'


'...E até quem me vê lendo o jornal
Na fila do pão, sabe que eu te encontrei

E ninguém dirá que é tarde demais
Que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe...'

(Los Hermanos)


Um passado muito gostoso de lembrar! Existem coisas que marcam...pra sempre.

"Nos outros eu sei onde se abriga o coracão, é no peito; em mim a anatomia ficou toda louca, eu sou todo coracão."


 
'Eu nunca fui uma moça bem-comportada. Pudera, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem orgasmos múltiplos ou pro amor mal resolvido sem soluços. Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo. (...)
Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que quase me deixa exausta. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Eu sei chorar toda encolhida abraçando as pernas. Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa. Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar...
Eu acredito é em suspiros, mãos massageando o peito ofegante de saudades intermináveis, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem pra vida da gente. Acredito em coisas sinceramente compartilhadas. Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo. Eu acredito em profundidades. E tenho medo de altura, mas não evito meus abismos. São eles que me dão a dimensão do que sou.'

 



Estar Feliz...

''Estar bem e feliz é uma questão de escolha e não de sorte ou mero acaso. É estar perto das pessoas que amamos, que nos fazem bem e que nos querem bem. É saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando em usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. É distanciar-se de falsidade, inveja e mentiras. Evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva e as mágoas, que nos tiram noites de sono e em nada afetam as pessoas responsáveis por causá-los. É valorizar as palavras verdadeiras e os sentimentos sinceros que a nós são destinados. E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e caráter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las.''
"E os amigos são, sim, para trocar abismos — então me escreva 10, 100 páginas, e eu responderei com calor, com carinho, com toda amizade que realmente sinto por você."


Ps.: Essa postagem vai para minha preta Kenia Smith, que está visitando meu blog nesse momento. TE AMO menina!

Quase que me queimam...


Gostar de ver você sorrir
Gastar das horas pra te ver dormir
Enquanto o mundo roda em vão
Eu tomo o tempo
O velho gasta solidão
Em meio aos pombos na Praça da Sé
O pôr do Sol invade o chão do apartamento

Vermelhos são seus beijos
Que meigos são seus olhos
Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego

Vermelhos são seus beijos
Quase que me queimam
Que meigo são seus olhos
Lânguida face...


- Vanessa da Mata -

sábado, 20 de agosto de 2011

1 Aninho da Flor mais linda!


Minha cor, Minha flor, Minha cara
Quarta estrela, Letras, três, Uma estrada
Não sei se o mundo é bom, mas ele está melhor
Desde você chegou e perguntou:
Tem lugar pra mim?
Espatódea, Gineceu, Cor de pólen
Sol do dia, Nuvem branca sem sardas
Não sei o mundo é bom mas ele está melhor
Desde que você chegou e explicou
O mundo pra mim
Não sei se esse mundo está são
Mas pro mundo que eu vim já não era
Meu mundo não teria razão
Se não fosse Ana Lis’

Feliz Aniversário minha flor, dinda TE AMA  muito!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

"Te olho nos olhos e você reclama
que te olho muito profundamente.
Desculpa,
Tudo que vivi foi profundamente...
Eu te ensinei quem sou...
E você foi me tirando...
Os espaços entres os braços,
Guarda-me apenas uma fresta.
Eu que sempre fui livre,
não importava o que os outros dissessem.
Até onde posso ir para te resgatar?
Reclama de mim, como se houvesse a possibilidade...
De me inventar de novo.
Desculpa...se te olho profundamente,
Rente a pele...
A ponto de ver seus ansestrais...
Nos seus traços.
A ponto de ver a estrada...
Muito antes dos seus passos.
Eu não vou separar as minhas vitorias
dos meus fracasos!
Eu não vou renunciar a mim;
Nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser
Vibrante, errante, sujo, livre, quente.
Eu quero estar viva e permanecer
Te olhando profundamente
."


- Ana Carolina - Poema do Dvd 'Dois Quartos'

O Anjo mais Velho...

"O dia mente a cor da noite
E o diamante a cor dos olhos
Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"
Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
Enchendo a minh'alma d'aquilo que outrora eu deixei de acreditar
Tua palavra, tua história
Tua verdade fazendo escola
E tua ausência fazendo silêncio em todo lugar
Metade de mim
Agora é assim
De um lado a poesia, o verbo, a saudade
Do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
E o fim é belo incerto... depende de como você vê
O novo, o credo, a fé que você deposita em você e só
Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você
Só enquanto eu respirar"


Eu já ouvi 50 receitas pra te esquecer...

"...O que me dá raiva não é que você fez de errado, nem seus muitos defeitos, nem você ter me deixado. Nem seu jeito fútil de falar da vida alheia, nem o que eu não vivi aprisionado em sua têia...O que me dá raiva são as flôres e os dias de sol, são os seus beijos e o que eu tinha sonhado prá nós...São seus olhos e mãos e seu abraço protetor, é o que vai me faltar. O que fazer do meu amor? "

- Leoni -

Águas mansas...


♪"...Joga lenha na fogueira
Cinzas de saudades vão ficar
O amor que eu lhe devo
Deixe que eu vou lhe pagar

Na lagoa em que te beijo
Eu sei que é certo
E pode vingar
Esse amor...
Solta um beijo pra cá
Deixa o vento levar." ♫

- Circuladô de Fulô -

Amor Próprio...



Incertos são nossos amores,
e por isso é tão importante sentir-se bem,
mesmo estando só.

“Depois, um amigo me chamou para ajudá-lo a cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui.”


Para quando o amor termina...



Eu tenho desculpas pra quando o amor termina..
Tenho frases feitas...Tenho motivos claros...
Tenho até conversas preparadas... As desculpas certas. As mesmas de sempre.
Eu também já tenho alegria reservada.
Na verdade, eu tenho um kit pra quando o amor termina: Roupas escolhidas. Festas divertidíssimas. Amigas preparadas. Maquiagem perfeita. Cabelo impecável. Dança sensual. Bocas quentes. Bebidas que me fazem esquecer meu próprio nome. Porque quando um amor termina, nem o nome faz diferença.
Porque quando um amor termina, eu só quero esquecer que um dia ele começou.Mas na verdade... Nada disso dá certo...
Porque quando termina... Aí eu só tenho os travesseiros. Quarto escuro. Caixas de chocolate. Tenho um milhão de lágrimas separadas. Tenho meus livros de Nietzsche. Porque se alguém saberá o que me dizer neste momento este alguém é ele.
Porque quando o amor termina, parece que eu termino junto. Eu termino com o ex-amor, enquanto meu ex termina comigo ou enquanto me extermina.
Quando terminam a alegria só dura os exatos momentos em que a tristeza vai dar uma volta. Mas ela volta! Volta e escorraça a alegria com autoridade de dona do pedaço! E então, você lembra que a alegria tem o amor como avalista do aluguel do seu coração. Lembrou? Pois é... o amor terminou.
Ah e porque ele termina??? Bom, isso é uma pergunta para outro texto... Este é um texto pra quando o amor termina...

Do blog http://algumasletrastortas.blogspot.com/
Alene Matos - Essa além de fazer com que 4 corações descansem todos os dias em paz, ainda nos dar o prazer de postagens perfeitas...e essa é uma delas!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Só de Sacanagem

Meu coração está aos pulos! Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Por quantas provas terá ela que passar? Tudo isso que está aí no ar, malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu, do nosso dinheiro que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós, para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais, esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.
Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?
Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz. Meu coração está no escuro, a luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam: "Não roubarás", "Devolva o lápis do coleguinha", "Esse apontador não é seu, minha filha". Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar.
Até habeas corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar e sobre a qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará. Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda vou ficar.
Só de sacanagem! Dirão: "Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo mundo rouba" e vou dizer: "Não importa, será esse o meu carnaval, vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos, vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau."
Dirão: "É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal". Eu direi: Não admito, minha esperança é imortal. Eu repito, ouviram? Imortal! Sei que não dá para mudar o começo mas, se a gente quiser, vai dar para mudar o final!

Com que letra eu vou...

Para elas que fazem meu coração descansar todos os dias...

"Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende a ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis."


Nanda e Nalu - http://naondadenalu.blogspot.com/
Alene - http://algumasletrastortas.blogspot.com/

Lani - http://todomeuencanto.blogspot.com/
Lai - http://laianarreis.blogspot.com/


                                                                                                                                                                                                           

A Crônica do Sexo



Até acontecer comigo, sexo era a coisa mais surreal do mundo. Todos aqueles gritos, os olhinhos esgazeados, a respiração ofegante e o corpo se retorcendo, eram possibilidades inconcebíveis para mim. Algo que eu não conseguia entender, era a ideia de algo pulsante dentro do meu corpo. Era uma coisa meio que fantasiosa, script de filme da Playboy. Mas quando acontece com você, é estranho, ao passo que um dia chega a ser bom, gostoso. E se tocada no lugar certo, falando as coisas mais pervertidas e safadas do mundo, ao pé-do-ouvido, sexo se torna a prática mais deliciosa e excitante do Universo. As coisas que você sussurra em meio aos gemidos de prazer, e as coisas que você faz, podem ser fantásticas. Tudo. Os toques, os sussurros, os tapinhas (para quem gosta de práticas sado), puxões de cabelo, mordidinhas e alguns xingamentos picantes, isso tudo é a receita do sexo perfeito. Essa prática mágica começa desde o beijo, até a magnificência de completar o ato, como um todo. Até os corpos se encontrarem completamente extasiados e dominados por uma força maior, que toma conta de você. Essa é a força e o poder que o sexo deve exercer sobre você. De modo que isso seja recíproco, ambas as partes devem se deliciar e se satisfazer por completo, entende o que eu quero dizer? Essa força mágica é capaz de fazer você ficar bobo, e de te convencer que é sem dúvida uma das melhores coisas que se pode fazer na vida. Desde que feito em perfeita comunhão e sintonia, entre os envolvidos, que podem ser mais de dois, SIM! Desde que o mundo é mundo, essa é a prática mais antiga e gostosa de todos os tempos. Transcende o tempo, a raça, os valores, os costumes, tudo! No fim das contas, o mundo se torna um só, as línguas se fazem uniformes, pois tanto faz: Oh, my God, Oh my God, quanto Ai Meu Deus, Ai meu Deus, expressam a mesma excitação e se faz muito bem entendido, quando o assunto é sexo. Concorda comigo?

Por Rose Nascimento (Uma grande amiga e conselheira)
Amargosa - Ba

Classificados...



É o que falta neste espaço: classificados. Mas é preciso o diferencial. Classificados aqui não assumirão o tom dos jornais. Até porque, venhamos e convenhamos: estar ali não significa estar classificado, significa “pude pagar para estar aqui”. Proponho também outro diferencial: sobre o que se classifica. Não tentarei vender minha tia, minha avó ou aquele tio bêbado de toda festa. Não valem também coisas que não têm mais utilidade e que acabem sendo compradas por alguém, somente por falta de consciência momentânea. Melhor: este será um espaço mais de busca do que de própria venda. A internet, todos sabem, é um lugar de grande vastidão e que alcança um número cada vez maior de pessoas. Logo, se as pessoas conseguem vender até aquela máquina velha escondida na casinha de cachorro do vilão de histórias em quadrinhos, acho que podemos lançar mão da sorte e nos colocarmos nos classificados. Não. Não é rede de prostituição, nem tráfico de corpos…O propósito é facilitar o encontro com a pessoa que estávamos procurando. Quem sabe alguém não nos arremate? Pensando nessa perspectiva, criei o primeiro anúncio deste espaço. Não direi quem sou ou o que tenho. Direi o que quero, o que busco.
Segue anúncio:
“Cansei de imaginar, de sonhar sonhos inalcançáveis, de buscar metas inexistentes, prêmios banhados a ouro que se transformam em pó quando próximos aos meus olhos. Chega de tesouros escondidos; há algum tempo desisti também dessas velhas utopias… Hoje, me entrego à realidade palpável.
A realidade que vejo do banco da praça, do trabalho, da locadora de filmes, do cinema, dos bares, das livrarias, do cotidiano, da faculdade da vida. Não que ela não seja doce ou tão pouco que beire o fel. São somente verdades que se pautam na concretude de suas realizações, de suas ações, e não no imaginário dos loucos.
Recebo do mundo o que ele pode me ofertar. Não escolho para ver, vejo para me agregar. De tudo, não sei o que quero. Sei somente o que não quero: o espelho. O espelho do que sou, porque o que eu sou eu já conheço. Quero o novo, quero alguém que me tire da minha zona de conforto, que desestruture minha fortaleza constante, que me faça suspirar, me despir de meus comportamentos, de minha segunda pele.
Por isso, e nada mais que isso, brinco de amar, não de enganar ou de iludir, melhor seria brincar de flertar. Para que entre os sorrisos maliciosos, sedutores, encontre o olhar que contemple o meu. Para que entre os jogos de cabelo, descubra aquele em que percorrerei minhas mãos ávidas de desejo. Para que entre os perfumes do corpo, encontre aquele que torne minha respiração constante em ofegante. Para que possa viver a minha plenitude na plenitude alheia.
Pois não dizem os apaixonados platônicos ser o amor cego? Quem me garante então que na próxima flertada não terei flechado o coração da minha amada? Que na próxima esquina encontrarei aquela que me tocará. Gorda, marga, alta, baixa. Na medida certa, que meus braços envolvam, acolham e a tornem minha. Tão frágil em meus braços, sobre meus olhos, mas tão forte diante do mundo. Namorada minha, minha namorada. Doce menina que me preenche os olhos na figura de uma ardente mulher.
Chega! Já não quero mais que o mundo se molde aos meus desejos, aos meus sonhos. Quero somente moldar-me àquela que estará a meu lado para ser minha confidente amorosa, seja ela quem for, sem mais nem menos. Afinal de contas, de que adianta imaginar, supor, esperar, se é tudo aquilo que espero que me frustra, dada a intensidade da perfeição inexistente. Não se trata porém de aceitar as migalhas dadas ou de transformar-se em um depósito de desesperanças, ferro-velho, como dirão alguns… Meu coração somente ganhará novas fronteiras, se permitirá.
Por isso não perco a oportunidade de sorrir, de mostrar ao mundo quem sou, na esperança se ser encontrado ou quem sabe de me encontrar apaixonado. De receber um sorriso aberto, que invada minha alma e permita que meus olhos possam contemplar a perfeita imperfeição.
E se ELA tiver me encontrado….que me agarre na próxima esquina e, com um beijo, me leve ao Céu.”
Se você se encaixar neste perfil, se identificou-se a si mesma (by lady katy), pode me mandar e-mail, telefone ou até mesmo sinais de fogo…eu compreenderei.

Texto de Rafhael Peixoto Teixeira (Santo Antonio de Jesus - Ba).

(Amigo e colega da Universidade...tinha que dividir esse texto com vocês! Ele me surpreende sempre.) 

Isso é um bom conselho!



"Mas tudo está bem agora, eu digo: agora.
Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz.Descobri tantas coisas. Tantas, tantas.
Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor.
Que viver um amor.
Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos.
Tantas pessoas novas. Indo. Vindo.
Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo!
É tão pequeno diante de tudo o que sinto.
Sofrer dói. Dói e não é pouco.
Mas faz um bem danado depois que passa.
Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca.
Mas agora, com sua licença.
Não dá mais para ocupar o mesmo espaço.
Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama!"

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Para atravessar Agosto...


Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada paciência e fé. Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro - e também certa não - , para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco. É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data. Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. Este é um ponto importante: ir, sobretudo, em frente.Para atravessar agosto também é necessário reaprender a dormir, dormir muito, com gosto, sem comprimidos, de preferência também sem sonhos. São incontroláveis os sonhos de agosto: se bons, deixam a vontade impossível de morar neles, se maus, fica a suspeita de sinistros angúrios , premonições. Armazenar víveres, como às vésperas de um furacão anunciado, mas víveres espirituais, intelectuais, e sem muito critério de qualidade. Muitos vídeos de chanchadas da Atlântida a Bergman; muitos CDs, de Mozart a Sula Miranda; muitos livros, de Nietzche a Sidney Sheldon. Controle remoto na mão e dezenas de canais a cabo ajudam bem: qualquer problema, real ou não, dê um zap na telinha e filosoficamente considere, vagamente onipotente, que isso também passará. Zaps mentais, emocionais, psicológicos, não só eletrônicos, são fundamentais para atravessar agostos. Claro que falo em agostos burgueses, de médio ou alto poder aquisitivo. Não me critiquem por isso, angústias agostianas são mesmo coisa de gente assim, meio fresca que nem nós. Para quem toma trem de subúrbio às cinco da manhã todo dia, pouca diferença faz abril, dezembro ou, justamente, agosto. Angústia agostiana é coisa cultural, sim. E econômica. Mas pobres ou ricos, há conselhos - ou precauções - úteis a todos. O mais difícil: evitar a cara de Fernando Henrique Cardoso em foto ou vídeo, sobretudo se estiver se pavoneando com um daqueles chapéus de desfile a fantasia categoria originalidade...Esquecê-lo tão
completamente quanto possível(santo ZAP!): FHC agrava agosto, e isso é tão grave que vou mudar de assunto já.
Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se avida não deu, ou ele partiu - sem o menor pudor, invente um. Pode ser Natália Lage, Antonio Banderas, Sharon Stone, Robocop, o carteiro, a caixa do banco, o seu dentista. Remoto ou acessível, que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto, viajar por ilhas do Pacífico Sul, Grécia, Cancún ou Miami, ao gosto do freguês. Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros, juras, projetos, abraços no convés à lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados.Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se, e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques - tudo isso ajuda a atravessar agosto. Controlar o excesso de informações para que as desgraças sociais ou pessoais não dêem a impressão de serem maiores do que são. Esquecer o Zaire , a ex-Iugoslávia, passar por cima das páginas policiais. Aprender decoração, jardinagem, ikebana, a arte das bandejas de asas de borboletas - coisas assim são eficientíssimas, pouco me importa ser acusado de alienação. É isso mesmo, evasão, escapismos, explícitos.
Mas para atravessar agosto, pensei agora, é preciso principalmente não se deter de mais no tema. Mudar de assunto, digitar rápido o ponto final, sinto muito perdoe o mau jeito, assim, veja, bruto e seco.

 

Ps.: Esperando ansiosamente pelo mês de Setembro

'Dia dos Solteiros'

"O grande calcanhar de Aquiles dos solteiros é o domingo, ou melhor, a vinheta do Faustão. Mas não me importo muito, para cada domingo existe uma sexta e um sábado. Ou seja, vida de solteiro 2 x 1 namorando.
Dia dos namorados pode também não ser uma data muito comemorativa. Mas, seguindo o mesmo raciocínio, para cada dia dos namorados existe uma semana santa em Pipa, um carnaval em Salvador, um São João em Campina Grande e um verão inteirinho no Rio de Janeiro com um sol quente para curtir. Então fechou, vida de solteiro 45 x 2 namorando."

sábado, 13 de agosto de 2011



Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

 

- Fábio Jr. -

 
Para o meu pai que é meu herói e sempre vai ser o meu porto-seguro,  para os pais que já se foram, mas parece que ainda cuida mesmo de longe, para o seu pai caro leitor, para todos os pais que sempre estiveram prontos para ser bons maridos, bons pais, bom avôs....a homenagem do blog a todos os pais e filhos pelo dia lindo do próximo domingo. Feliz dis dos Pais!